Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

04
Set13

sem titulo #5

Untitled | via Tumblr

Adoro acender velas no meu quarto, mais no inverno que no verão, contudo não deixo de o fazer. Adoro ter uma vela acesa durante horas ajuda-me a relaxar por isso é óptimo para quando estou a estudar, para ouvir um pouco de música ou  para ver um filme. 

Comprar diferentes velas com diferentes cheiros foi um vicio que adquiri desde que entrei na universidade, talvez numa tentativa de deixar o meu quarto o mais confortável e acolhedor possível de modo a que me lembre da minha própria casa.

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow