Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

04
Ago17

"Anexos"

1984edit.jpg

 

Um dos outros livros que li  durante o último semestre foi como disse o “Anexos” da Rainbow Rowell. Eu já tinha lido o “Fangirl” da mesma autora, neste caso li-o em inglês e adorei. Na altura da compra estava um pouco reticente em relação ao facto deste livro estar em português (uma vez que nem sempre gosto das traduções que fazem para este tipo de livros…), mas como trazia um livro de oferta (O “paixões à solta”) acabei por aproveitar! 

O livro conta a história de Beth eJennifer, amigas e trabalham ambas na mesma empresa, trocam emails pessoais durante o trabalham mesmo sabendo que os seus emails são monitorizados por alguém que ninguém conhecia. Esse alguém é o Lincoln que é incapaz de resistir às histórias destas duas amigas, embora soubesse que não deveria continuar a ler os seus emails pessoais. Quando Lincoln se apercebe encontra-se apaixonado pela sua imagem de Beth, sem nunca a ter conhecido...

Eu na verdade não posso dizer que não tenha gostado do livro, porque até gostei, tinha momentos hilariantes, aquelas duas eram super divertidas, mas fiquei um pouco desiludida com o final uma vez que parece que foi tudo caído do céu. Acho que devia ter sido feita uma maior incidência na história do Lincoln e da Beth, uma vez que acabamos por gostar das personagens à medida que se vai lendo o livro. Em suma eu gostei, mas fiquei desiludida com o final, se eu fosse a autora conseguia arranjar ali mais umas 50 páginas (não precisava de mais), que daria um fim muito mais lógico e interessante ao livro, mas pronto é a minha opinião e vale o que vale (ou seja está ali entre o pouco e o nada!).

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow