Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

05
Set14

desafio #2

Mais um post e mais um desafio!! Desta vez foi-me passado pelo oroxo do blog Era uma vez um rapaz que pensava demais, a quem agradeco por me ter passado este desafio. Aqui vamos:

1 - O que te fez criar o Blog?

Muito honestamente na altura, à cerca de quatro anos atrás não tinha um objectivo definido quando comecei o meu primeiro blog, era divertido e giro e na altura isso era suficiente, contudo o tempo passa e blog foi crescendo não só em visitas mas também como parte de mim, tendo passado por imensas fases, das quais nem todas gosto de me lembrar. Neste momento o meu blog serve para me expressar, não só os meus sentimentos, frustrações ou gostos mas em tudo aquilo que me der na cabeça, sendo que desta vez de uma forma mais privada do que nos primórdios do meu antigo blog.

2 - Como escolhes-te o nome para este Blog?

 Sou provavelmente uma das pessoas mais indecisas no que toca a fazer escolhas, e dar um nome a um blog é para mim algo muito importante porque acaba por nos caracterizar, dai que muitas vezes percorro a internet à procura de nomes inspiradores, normalmente de livros e assim foi, gostei do nome do livro do senhor Nabokov e adoptei-o para o meu blog.

3 - Qual o assunto que gostas mais de abordar?

Neste momento não posso dizer que tenha um assunto que goste mais ou menos de abordar, é difícil escolher um tema quando um blog se torna parte do nosso pensamento, do nosso ser.

4 - Qual foi o Post que mais gostas-te de escrever até agora?

Tive vários posts que tive um prazer enorme em os escrever, contudo não me conseguia decidir dai ter andado pelo blog à procura DAQUELE post, o grande escolhido foi este.

5 - O que esperas para o futuro do teu blog?

Não tenho grandes ambições para este blog, só acaba no dia em que eu achar que este blog nao vale mais a pena, quero apenas escrever textos dos quais me orgulhe, não que isso seja sempre possível, mas faz-se o que se pode.

 

Eu sei que era suposto passar isto a outros blogs, contudo também sei que muitos de voces já fizeram este desafio, por isso não o vou passar a ninguém em especial, fica em aberto para todos aqueles que quiserem fazer o desafio! Beijinhos

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow