Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

11
Jun16

Destaques do sapo e Lisboa!

Já regressei da capital, a viajem foi muito boa, mas antes de falar sobre isso tenho que agradecer à equipa do sapo pelo destaque que fizeram de um dos meus últimos posts (este aqui!!). Enquanto estive em Lisboa não tive acesso a computadores, daí não ter feito este post mais cedo, contudo acabei por ir vendo o que se passava aqui no blog através do telémovel. Qual não foi o meu espanto quando abri a página do sapo e reparei nas imensas notificações que me apareciam. Muito obrigada mais uma vez à equipa do sapo, foi muito bom receber esta nomeção e ver tanta gente nova pelo blog!!

Quando programei a minha viajem a Lisboa não pensei que ia gostar tanto, passo a explicar: Lisboa por si é uma cidade que me encanta, acho que é romantica, tem história, casas coloridas, bairros cheios de vida e imensas coisas a acontecer diariamente, o que eu não sabia que ia gostar tanto era de viajar sozinha. Passei metade da minha estadia por terras alfacinhas a descobrir a cidade e não vos consigo explicar a sensação de liberdade que senti. Vemos as coisas com outros olhos, fazemos o que queremos, quando queremos e ao nosso ritmo, se quisermos podemos dar quinhentas voltas ao mesmo sítio sem ter de dar explicações a ninguém, posso dizer que neste momento vejo a cidade com outros olhos. Passados uns dias apareceram as minhas compinchas de Barcelona e aí já era eu que fazia de guia turistico (a verdade é que tenho um bom sentido de orientação, tanto que quando eu me fui embora elas se perderam!!). 

Bom fim-de-semana e bons estudos!!

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow