Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

31
Mai14

I'm alive!!

Sim sou eu e estou de volta ou assim o espero. Durante o semestre passado, que posso dizer agora, ter sido até agora o mais trabalhoso dos meus dois anos de universidades, descuidei-me e dei por mim a deixar ao abandono o meu blog, coisa que nunca me tinha acontecido, pelo menos não durante um período tão longo de tempo. Durante este tempo pensava várias vezes em coisas que queria escrever, no caminho para a faculdade ou enquanto jantava, vários temas me surgiam em mente, mas nunca tive a força ou a vontade para pegar no computador e escrever, como estou a fazer agora. Sinto falta de ter um cantinho só meu para falar o quero, sem pensar no julgamento daqueles que me conhecem e dos quais muitas vezes me quero isolar. Há uma parte de mim que eu que não está bem, devido a diversas situações e é precisamente estas particularidades ou peripécias que a vida nos impõem que me dão vontade de voltar a escrever.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow