Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

27
Ago15

Os pontos essenciais para quem vai entrar na universidade

Tumblr

No post anterior a Effy sugeriu-me que fizesse um post sobre as dicas que eu considero essenciais para quem vai entrar agora na universidade. Lembro-me perfeitamente do meu verão antes de entrar na faculdade, andava aterrorizada com pequenas coisas, coisas insignificantes, mas que era sempre bom ouvir a opinião de quem por já lá passou daí eu estar a fazer este post. Peço desde já desculpa pela extensão do post , mas acho que comtempla alguns dos pontos mais importantes, se tiverem mais alguma questão ou dúvida é só dizer!

Quando estava a pensar neste post decidi dividi-lo em várias categorias. E elas são:

  • Viver fora da nossa cidade natal e longe da família
  • Partilha de um apartamento com alguém/ Viver em residências
  • A noite e a vida universitária
  • Uso de cadernos vs dossiers e outros essenciais para a universidade
  • O uso de livros/power points/sebentas etc…
  • Os nossos melhores amigos : o Senhor Google e o senhor Youtube

 

 

Viver fora da nossa cidade natal e longe da familia

Este primeiro ponto foi uma das coisas que mais me custou quando entrei na universidade, o facto de estar numa cidade diferente onde as pessoas que conhecia eram escassas, no fundo parecia que tinha medo de tudo e de todos. Aquilo que eu vos posso dizer é para se tiverem oportunidade irem um dia ou dois antes de começarem as aulas com amigos ou com a família e conhecerem a cidade e ambientarmo-nos é muito bom. Assim podemos decorar o nosso quarto com fotos e objetos que nos relembrem de casa. Uma das coisas que provavelmente vocês mais vão ver nas casas das vossas amigas é um quadro com fotografias, uma das melhores maneiras de matar saudades de casa. Uma das coisas que recomendo é para nas primeiras semanas não se enfiarem em casa com medo do mundo, saiam, divirtam-se, conheçam os vossos novos colegas, façam amigos! Com o tempo a situação melhora e lidamos melhor com o facto de estar longe de casa.

Partilha de um apartamento com alguém/ Viver em residências

Sempre fui o tipo de pessoas que gosta da minha privacidade, logo por aí, ir para uma residência esteve logo fora de questão. Contudo apesar de ter vivido sempre num apartamento nem tudo é pêra doce. Uma das coisas que coisas que aconselho é a terem regras, fazer a distribuição das limpezas e a distribuírem os espaços da casa pelas pessoas. No fundo basta lembrarmo-nos que já não vivemos com a nossa família e que temos de ter respeito pelos outros, ter atenção ao barulho, às limpezas, ao pagamento das contas (ninguém gosta de ter de estar a pedir o dinheiro aos outros!), basicamente é termos respeito pelos que vivem connosco, a parte boa é que acabas por fazer grandes amizades com as tuas colegas de casa! Quanto ao viver numa residência não posso falar muito, apenas daquilo que me iam contando, é uma opção mais económica é um facto, mas que implica abdicar de algumas coisas. Os meus amigos que viviam em residências adoravam, adoravam o convívio e as amizades que se formavam, mas viam-se muitas vezes forçados a irem estudar para a biblioteca e a comer todos os dias na cantina e claro tinham na maioria dos casos de partilhar o quarto com uma ou mais pessoas…

A noite e a vida universitária

Este é provavelmente o ponto mais aguardado por muitos os que entram na universidade, a noite. Temos mais liberdade, mais escolhas, mas também mais responsabilidade, quero com isto dizer que divertir sim, mas nunca perdendo o foco daqueles que são os nossos objetivos. Pode parecer muito estúpido isto que estou a dizer, mas a verdade é que vão conhecer muita gente que se arrepende da vida que teve no primeiro ano de universidade. Vão com calma, há tempo para tudo…

Uso de cadernos vs dossiers e outros essenciais para a universidade

Este ponto é daqueles que dá pano para mangas, não conheço quase ninguém que não tenha esta dúvida. A verdade é que não há um certo e um errado, tudo depende de vários fatores: o tipo de disciplina, o tipo de professor, o tipo de curso, etc… Por isso o meu conselho é na primeira/segunda semana levarem um caderno pequenino e verem o que melhor se adequa a vocês. Na minha opinião cadeiras como matemática ou química orgânica é essencial o uso de um caderno, visto constituir um bom material de estudo e é uma boa maneira de encontrarmos os exercícios todos num só local, para disciplinas mais teóricas tirar os apontamentos diretamente nos power points são a melhor ferramenta, mas levo sempre um pequeno caderno comigo. Na minha opinião oso de um caderno ajuda a que nos consigamos manter mais organizadas, sem corrermos o risco de perder os apontamentos de nenhuma aula. Podem também optar para as disciplinas onde tiram menos apontamentos por comprar um caderno de cinco disciplinas! De qualquer das formas aconselho a levarem convosco uma capa daquelas fininhas para por os documentos que vamos acumulando durante o dia.

O restante material escolar não varia muito em relação ao secundário contudo há coisas que eu aconselho vivamente a comprarem como por exemplo uma agenda, marcadores flurencentes (estes devem ter boa qualidade caso contrario vão gastar-se ou secar-se muito rapidamente ) e post-its.

O uso de livros/power points/sebentas etc…

Para mim uma das coisas que mais nos facilita o estudo é levar os power points que os professores nos disponibilizam para as aulas e retirar os apontamentos diretamente para lá. Quando os mesmos não nos são disponibilizados a tempo ajuda quando estamos a fazer os nossos apontamentos a assinalarmos a mudança de slide, ou apontarmos o numero do slide, caso esteja visível.

Quanto aos livros isso é uma história completamente diferente, os professores na maioria dos casos vão dar-vos uma bibliografia enorme e tendo em conta os preços dos livros universitários é impensável para alguém comprar aquilo tudo, por isso o que eu recomendo é falarem com os vossos colegas de outros anos e fazerem troca de livros ou irem à biblioteca requisitar os livros, ou outras opções que não vale a pena mencionar! Para quem não gosta de ler os livros, pode sempre utilizar procurar sebentas sobre a matéria, embora estas nem sempre tenham toda a matéria necessária.

Os nossos melhores amigos : o Senhor Google e o senhor Youtube

O uso da internet é indispensável para o nosso estudo, procurar novas sebentas, procurar conceitos desconhecidos, etc e tal. Um grande amigo nosso é o youtube visto haver mil e uma aulas sobre tudo e mais algumas coisa que nos simplificam coisas que são simples, mas pareciam muito complicadas, este site é especialmente importante em disciplinas como biologia, genética, histologia ou bioquímica, uma vez que através de esquemas e animações nos ajudam a visualizar mentalmente um assunto permitindo uma mais fácil compreensão.

 

11 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow