Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

02
Set15

"Spy"

Ontem à noite vi um filme: "Spy", depois de várias recomendações de algumas amigas. O filme conta a história de Susan Cooper uma analista/agente da CIA, que após a morte em missão do seu parceiro e à descoberta da identidade de alguns agentes, se voluntariou para ir para o campo dez anos após a sua formação. O filme mostra-nos as suas aventuras como agente infiltrada ao longo de diversos países europeus para tentar impedir a venda de uma arma nuclear e concluir assim a missão fracassada pelo antigo agente.

As expectativas em relação ao filme eram boas e sem dúvida que não fiquei desiludida, diverti-me imenso e soltei numerosas gargalhadas e para além de que também conta com a participação do meu querido Jude Law, o que é um bónus! A história desta agente que ninguém realmente notava mistura-se com personagens caricatas que também elas dão vida ao filme e te deixam com um sorriso no rosto. Por isso posso dizer que recomendo o filme para uma noite bem passada!

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow