Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Na outra margem da memória

"I don't think we did go blind, I think we are blind, Blind but seeing, Blind people who can see, but do not see.” José Saramago, Blindness.

09
Mar14

uni #11

Primeiramente queria pedir desculpa a uma ou duas pessoas que vão visitando este blog, mas como se costuma dizer “são poucos mas bons”! Tenho imensas coisas para vos contar mas nem de metade me vou lembrar, tamanha é a confusão que vai na minha cabeça, por isso é certo e sabido que vou acabar de publicar este post e me vou lembrar de mil e uma coisas que queria dizer e, na verdade não disse. Mas pronto, vamos mas é começar…

A ausência de posts é facilmente explicada pela minha falta de tempo e falta de paciência, verdade seja dita. Este segundo semestre tem sido bastante complicado e tem-me deixado sem grande tempo quer para o blog quer para o resto. Esta semana foi de um enorme desgaste não só psicológico como também físico. Tive um teste para casa que, por ridículo que possa parecer  era mil vezes mais complicado do que um teste normal, tive um relatório para entregar e mais outros para acabar e a isto se resumiu a minha semana, todo e qualquer momento livre era para trabalhar, infelizmente.

E finalmente, e para completar a semana, um dos animais cá de casa está a falecer e por muito que nos custe vê-la partir não há nada que possamos fazer, é muito triste, mas ao mesmo tempo comovente ver que apesar do seu estado ela ainda tentar erguer a  cabeça quando falamos para ela, é triste ver partir um animal que esteve presente na tua vida toda, sim porque ela é mais velha do que eu!

Deixando as coisas tristes de lado, queria desejar-vos uma óptima semana e prometer-vos que vou tentar vir aqui ao blog mais vezes!

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

"Começo a conhecer-me. Não existo. Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, ou metade desse intervalo, porque também há vida ... Sou isso, enfim ... Apague a luz, feche a porta e deixe de ter barulhos de chinelos no corredor. Fique eu no quarto só com o grande sossego de mim mesmo. É um universo barato. " Álvaro de Campos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

counter

Podes encontrar-me em:

Follow